𝗦𝘂𝗿𝘁𝗼 𝗱𝗲 𝗟𝗲𝗴𝗶𝗼𝗻𝗲𝗹𝗹𝗮 𝗲𝗺 𝗡𝗼𝘃𝗮 𝗜𝗼𝗿𝗾𝘂𝗲 (𝗕𝗿𝗼𝗻𝘅) – 19 casos / 1 morte

Publicado por Fernando H Fonseca em

A agência de saúde da cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos está investigando um surto da Doença dos Legionários na região do Bronx. Segundo o boletim da agência publicado ontem (dia 25/05), desde 03/05 já foram identificados 19 casos e 1 morte. Identificaram também 4 torres de resfriamento contaminadas com Legionella pneumophila e no momento estão trabalhando para testar todas as torres na área afetada. A Doença dos Legionários é uma pneumonia atípica causada pela bactéria Legionella. Sua infecção ocorre quando se respiram gotículas de água contaminadas. Algumas considerações:

  • Na primavera nos EUA e Europa normalmente ocorrem picos de casos de Legionella. Em regiões frias, como é o caso de Nova Iorque, é comum que sistemas de resfriamento associados a sistemas de ar condicionado sejam desligados no inverno e religados na primavera. Se esse processo não for feito adequadamente, a Legionella pode se alastrar pelo sistema e ser disseminada no ambiente
  • Em surtos como esse, é possível comparar por análises genéticas as cepas de Legionella no pulmão dos infectados e nos sistemas de água. Assim é possível determinar com boa precisão quem foi o provável responsável pelo surto
  • Após um grande surto em 2015 também no Bronx (com 138 infectados e 16 mortos) a cidade de Nova Iorque implementou diversas medidas públicas para controle da Legionella, inclusive o cadastro obrigatório de toda e qualquer torre de resfriamento. Em um momentos como este, todas as torres na área afetada já estão mapeadas, facilitando a investigação
  • Apesar disso, como a notícia do surto está circulando na mídia faz alguns dias, muitos proprietários de torres de resfriamento provavelmente já realizaram uma desinfecção de seus sistemas de forma preventiva ou corretiva. Por conta disso, podemos nunca identificar o responsável pelo surto
  • O número de casos pode aumentar bastante, seja por causa do tempo de incubação (até dez dias), quanto pelo fato de as pessoas afetadas ainda não terem buscado atendimento médico
  • O número de mortes também pode crescer. Até os doentes progredirem para hospitalização e falecimento pode levar algumas semanas
  • É importante lembrar que não apenas torres de resfriamento podem disseminar Legionella no ambiente. Qualquer sistema de água (inclusive potável) pode ter condições para a proliferação e disseminação dessa bactéria no ambiente. Por isso a importância da Avaliação de Risco e o gerenciamento do risco para uma água mais segura

0 Comments

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.